Famosos

Rachel Sheherazade faz acusações diretas contra Silvio Santos em processo: “Assédio”

Jornalista acusa o ex-patrão de assédio e censura

Rachel Sheherazade abriu um processo milionário contra o SBT por causas trabalhistas. Contudo, detalhes da ação foram revelados pelo site Notícias da TV. E, no documento, a jornalista elencou uma série de acusações contra Silvio Santos.

Primeiramente, foi citado o episódio no qual Silvio Santos recebeu Rachel Sheherazade na cerimônia do “Troféu Imprensa” em 2017. Na ocasião, a profissional foi buscar o prêmio de melhor apresentadora de telejornal em 2016.  Assim, no processo, a jornalista disse que foi humilhada pelo patrão e destacou a frase do dono do Baú: “Eu te chamei para você continuar com a sua beleza, com a sua voz, foi para ler as notícias, e não dar a sua opinião. Se quiser falar sobre política, compre uma estação de TV e faça por sua própria conta”.

Com isso, a defesa de Rachel indicou que a cliente foi vítima de um comentário depreciativo, preconceituoso, vexatório, humilhante e constrangedor, além de ter uma “atitude nitidamente machista, [que] colocou a figura feminina numa posição em que a beleza física é supervalorizada em detrimento dos atributos”. Assim, por conta da repercussão do episódio, o processo pede R$ 500 mil por danos morais.

Além disso, na lista de constrangimentos elencada no processo, entra a vez na qual Rachel Sheherazade foi suspensa por Silvio Santos da apresentação do “SBT Brasil”, em agosto de 2019. Na ocasião, Luciano Hang, dono da Havan, pediu o afastamento. A jornalista foi punida por suas publicações nas redes sociais e passou a ser impedida de apresentar o telejornal às sextas-feiras. “Silvio Santos a afastou da apresentação do telejornal SBT Brasil, como nítida forma de punição em razão de seus comentários e opiniões, bem como reduziu seu espaço no ar”, argumenta a defesa da apresentadora.

Confira mais detalhes do processo de Rachel Sheherazade

O processo corre na 3ª Vara do Trabalho de Osasco, na Grande São Paulo e exige um valor em torno de R$ 20 milhões ao SBT, de acordo com o Notícias da TV.

Na ação, Rachel Sheherazade diz que era contratada como pessoa jurídica, mas tinha obrigações de um funcionário regular como horas extras e plantões. Além disso, como âncora do “SBT Brasil”, no qual ficou por 11 anos, ela recebia R$ 200 mil, além de R$ 30 mil em auxílio moradia.

Então, procurada pelo UOL, Rachel Sheherazade confirma o processo, mas diz que não tem um valor definido. “Como qualquer cidadã e qualquer trabalhadora, tenho direito de questionar na Justiça a minha relação de trabalho e pedir o reconhecimento de eventuais direitos. Não sou melhor nem pior do que ninguém”, comentou.

O advogado contratado por Rachel é André Froes de Aguilar. Ele revelou detalhes do processo ao site NaTelinha. “Ela pede na Justiça a comprovação de vínculo empregatício com o SBT durante o tempo em que trabalhou na emissora (quase 11 anos) e o pagamento de direitos trabalhistas. Iremos aguardar a regular tramitação da ação. (É a) famosa fraude trabalhista – pejotização!”, explicou o profissional.

Leia mais > Datena foi contratado pelo SBT, mas Silvio Santos voltou atrás; saiba o motivo

André Froes é o mesmo advogado que defendeu o jornalista Hermano Henning após a saída do SBT. Ele entrou com a mesma causa de Rachel Sheherazade, comprovação de vínculo empregatício. Ademais, o jornalista foi demitido após 23 anos e, segundo o advogado, recebeu apenas seu salário enquanto trabalhava.

“A única coisa que o Hermano recebeu nesses últimos 23 anos foi seu salário. Estamos pedindo o reconhecimento do vínculo deste período todo, como férias, 13º, FGTS, equiparação salarial com empregados da mesma função que ganhavam mais na empresa e o período que ele ficou na geladeira”, afirmou o advogado, na época. Nos bastidores, se fala num valor de 20 milhões de reais pedido por Hermano Henning.

Por fim, vale lembrar que Rachel Sheherazade deixou o SBT no fim de setembro de 2020. Segundo ela, seu vínculo se encerraria em 31 de outubro, mas o canal de Silvio Santos antecipou sua saída do “SBT Brasil”

Claudio Augusto

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Veja também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo