Famosos

Corpo de assessor de Leonardo foi achado 10 horas após a morte, declara polícia

Newton Rodrigues Silva Passini, mais conhecido como Passim, amigo e assessor de Leonardo, foi encontrado morto na última quinta-feira (04/03) somente 10 horas após sua morte. Foi o que constatou Polícia Civil de Goiás.

Ademais, a informação do óbito foi divulgada no fim da noite. Porém, o assessor de Leonardo faleceu por volta de 02h00 e foi achado por volta das 12h30 do mesmo dia. Passim estava sozinho em um quarto na fazenda de Leonardo que fica em Jussara, Goiás. Ele foi atingido por disparos de arma de fogo.

Já, na fazenda, havia apenas três pessoas além do amigo de Leonardo. Só que elas dormiram em cômodos distantes. Todas serão ouvidas pelas autoridades.

Leia mais > Latino revela vício que o fez perder 10 milhões: “Fiquei em depressão”

De acordo com a polícia e as equipes do GIH (Grupo de Investigações de Homicídios) que estiveram no local, foram feitas várias análises para concluir o que aconteceu. “Inicialmente, o fato havia sido noticiado como possível suicídio, o que restou afastado pelas equipes da Polícia Civil e da Polícia Técnico-Científica de acordo com as diligências periciais e investigativas no local. Além disso, analisadas todas as circunstâncias e elementos informativos colhidos no local e produzidos em diligências preliminares da Polícia Civil”, disse o comunicado das autoridades.

Contudo, segundo os oficiais, a principal hipótese é que os disparos foram acidentais por manuseio incorreto da arma. “Os disparos da arma, uma Glock 380, ocorreram por volta das 2h da madrugada do dia 4/3, sendo que a vítima foi encontrada ferida por volta das 12h30 do mesmo dia. Na fazenda estavam a vítima e mais três pessoas, que dormiam em cômodos distantes. As testemunhas serão ouvidas. Todas as informações preliminares serão verificadas ao longo das investigações, em cotejo com os laudos periciais e médico-legais, o que culminará com a célere conclusão do inquérito policial instaurado na Delegacia de Polícia de Jussara”, encerrou a nota oficial.

Claudio Augusto

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Veja também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo