Televisão

Vem Pra Cá fracassa à tarde e Silvio Santos ordena volta para as manhãs

Novo horário da atração teve péssimos resultados

O “Vem Pra Cá” não vingou no período da tarde no SBT. Com isso, Silvio Santos decidiu que a atração da filha Patricia Abravanel e Gabriel Cartolano retornará para o horário da manhã, seu ambiente original. As informações são de Flávio Ricco, do R7.

Ademais, desde a mudança na semana passada para o horário de 13h50 às 15h20, o “Vem Pra Cá” teve praticamente a mesma audiência apresentada pela manhã, em torno de 3 pontos. Contudo, chegou a consolidar apenas 2 pontos, distante da briga com a Record pelo segundo lugar. Mesmo em baixa atualmente, o “Bom Dia e Cia” consolidava ao menos 5 pontos no período.

Assim, a partir se segunda-feira (10), o programa irá ao ar entre 09h30 e 11h00, horário que foi originalmente pensado para a revista eletrônica. Porém, antes de estrear em 22 de março, mudou para 09h45 às 11h15. Ainda na semana de estreia foi realocado entre 09h00 e 10h30, tempo que ficou a maior parte no ar.

A ideia da direção do SBT é que o “Vem Pra Cá” consolide de vez pelas manhãs. Ele vai ser levado ao ar entre o “Primeiro Impacto” e o “Bom Dia e Cia”.

Primeiro dia do “Vem Pra Cá” a tarde foi desastroso

O “Vem Pra Cá” foi exibido em seu novo horário pela primeira vez na tarde desta quarta-feira (28). E a mudança de Silvio Santos não surtiu efeito positivo nem para a atração, nem para o horário. A atração manteve os índices que registrava de manhã, mas derrubou o desempenho do SBT em 40%.

Ademais, comandado por Patricia Abravanel e Gabriel Cartolano, o “Vem Pra Cá” teve 2,7 pontos de média entre 13h50 e 15h20. Para efeitos de comparação, o SBT registrou 4,8 pontos no mesmo período no dia anterior. Por fim, confronto, a Globo liderou isolada com 9,5, seguida pela Record, que anotou 8,1. Estes foram os números prévios. Já no consolidado o programa fechou com 2,9, apenas dois décimos acima.

Claudio Augusto

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Veja também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo