Televisão Claudio Augusto

Seu Waldemar é demitido da Globo após publicar vídeo de mulher nua

Seu Waldemar é demitido da Globo após publicar vídeo de mulher nua

O humorista Seu Waldemar foi demitido pela TV Anhanguera, afiliada da Globo em Goiás, após se envolver em uma polêmica nas redes sociais. Isso porque, no último domingo (6), ele divulgou em seu Instagram um vídeo com uma mulher nua.

Leia mais: Leão Lobo relembra estupro coletivo que sofreu aos 16 anos: “Chorei muito”

Ademais, na gravação, que foi apagada minutos depois de postada, uma moça aparece sentada em um sofá, nua, e mexendo no celular. Ela aparenta não saber estar sendo gravada. Em seguida, o humorista fala para a moça: “Olha pra mim véi, o negócio lá do… como que chama? Aquele trem que rachou lá?”. Enquanto isso, Waldemar deu zoom nas partes íntimas e ainda mostrou o rosto da mulher.

A gravação, que tinha 15 segundos, teria sido tirada do ar após oito minutos. Contudo, muitos seguidores que viram a cena denunciaram Waldemar Neto, nome real do artista, Com isso, a TV Anhanguera se posicionou contra a ação e anunciou que o contrato com o humorista foi encerrado.

“A TV Anhanguera vem a público informar que reprova de forma veemente a publicação do Seu Waldemar, exposta recentemente em seu perfil particular de rede social, deixando claro que tal comportamento injustificável é completamente contrário aos éticos do grupo Jaime Câmara, e por este motivo, o contrato de prestação de serviços com o Seu Waldemar está interrompido”, disse o canal em um comunicado nas redes sociais.

Mulher envolvida em vídeo tomará medidas judiciais

A mulher gravada nua por Seu Waldemar tomará medidas cabíveis na justiça contra o humorista. Foi o que informou Lázaro Neves, advogado da jovem, ao portal Mais Goiás. Segundo ele, não houve consentimento na filmagem, nem mesmo na divulgação.

Ademais, Lázaro ainda contou que a moça e conheceu Waldemar em um show antes da pandemia de Covid-19. Com isso, desde então eles mantinham contato e ela tinha confiança no artista. Sentimento que foi quebrado com a filmagem indevida. “Ela nunca esperou que uma situação como esta fosse acontecer”, contou o advogado.

Claudio Augusto

Sobre o autor | Website

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.