Connect with us

Televisão

Repórter da Record faz teste para coronavírus ao vivo e descobre que tem a doença

Claudio Augusto

Publicado há

em

A repórter Kelly Borges, que trabalha na Record, foi surpreendida ao descobrir que estava infectada com coronavírus ao fazer um teste rápido para a doença ao vivo no “Balanço Geral Joinville” na última segunda (15). O programa é apresentado pela NDTV, afiliada da Record em Santa Catarina.

A jornalista foi mostrada colhendo sangue para o teste em um terminal rodoviário da cidade, exemplificando como era feita a testagem. Contudo, ela não voltou ao ar para falar do resultado, que deu positivo. Imediatamente, Kelly foi afastada do trabalho e ficará isolada por sete dias.

View this post on Instagram

Levantei disposta a trabalhar como todos os dias. Fiz reportagem e depois saí para os links ao vivo. Um deles era fazer um balanço da primeira semana de funcionamento do transporte público (serviço estava suspenso por causa da pandemia) Também falaríamos o balanço dos resultados dos testes rápidos que estão sendo feitos nos terminais. Mostrar como os exames são feitos. Fiz o meu e testei positivo mesmo não tendo nenhum sintoma, o chamado assintomático. Estou bem, isolada totalmente, por 7 dias, conforme a Secretaria de Saúde orientou, e orando para que não venham os sintomas. O que eu posso dizer: por mais que ninguém aguente mais ouvir sobre a Covid 19, o vírus continua circulando em abundância e de todas as formas e em todos os perfis de pessoas. Eu me cuidei, bastante, jamais pensei que lavaria ovos, bananas. Minha rotina é casa – trabalho – casa, uma vez na semana supermercado, e eu estou com o vírus. Talvez você está cansado de ouvir porque ninguém perto de você, que você ama, pegou. Torço para que não pegue mas precisamos nos cuidar, de verdade! Porque ainda assim não se tem garantias. Saúde! #balancogeraljoinville #ndtvrecordtv #covid19 #testerapido #testeipositivo #assimtomatico #vidadereporter

A post shared by Kelly Borges (@kelly.borges) on

Já em casa, a repórter desabafou sobre o diagnóstico: “A covid-19 não escolhe quem ataca. (…) Quando eu sentei, fiz de uma forma tranquila. Tomo todas as medidas para me manter protegida tanto no trabalho quanto em casa. Não imaginava mesmo. Não foi um susto, mas uma surpresa. E não tenho os sintomas”, revelou.

Ademais, a Record informou que o cinegrafista que acompanhava Kelly, além de três pessoas que tiveram contato com ela foram submetidos ao teste de coronavírus. Todos testaram negativo.

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

⚡EM ALTA