Famosos

Ratinho é alvo de acusações após criticas contra Rachel Sheherazade: “Xenofobia”

Apresentador foi detonado na web

Ratinho foi alvo de críticas e acusações na internet após atacar Rachel Sheherazade. O apresentador saiu em defesa do SBT após a ex-colega de trabalho abrir um processo milionário contra o canal.

“É lamentável que a gente tenha que ver isso, né. Desculpa aí, Rachel, mas pelo amor de Deus. Você estava lá na Paraíba, escondida, fez um comentário sobre o Carnaval, o Silvio Santos gostou do comentário, tirou você aí da escuridão onde você estava. Trouxe você pra São Paulo, pagou salário altíssimo. Pelo menos, no mínimo, cinquenta vezes mais do que você ganhava aí na Paraíba. E de repente você, numa ingratidão enorme, faz uma coisa dessa. Muito feio pra você, Sheherazade”, detonou Ratinho.

Leia mais > Patricia Abravanel se queixa de fofoca no SBT e dispara: “Eu não iria gostar”

Por fim, ele completou: “Eu acho que o pior defeito e o único que mostra mau-caratismo é a ingratidão. E lamentavelmente você está sendo uma ingrata. Saiu da Paraíba, veio morar em Alphaville [bairro nobre dos municípios de Barueri e Santana de Parnaíba na Região Metropolitana de São Paulo] por conta do SBT. O Silvio Santos cuidou de você todo esse tempo. E de repente, ele resolve mudar, você resolve processar. Que ingratidão. Você é uma ingrata, Sheherazade. E se quiser brigar comigo, venha. Aqui a briga é boa”, completou o animador.

Assim, após a declaração, Ratinho foi acusado de xenofobia contra Rachel Sheherazade. “Ratinho, sinto muito em te falar que na Paraíba não vivemos na ‘escuridão’ como você se menciona ao criticar sua ex-colega de emissora só porque ela é contra ao governo. Sua fala, quando se trata a Paraíba, é carregada de xenofobia”, disse um internauta.  “Ratinho é podre, hein! Queria eu estar na Paraíba. Lugar incrível, de pessoas sensacionais e ele usa uma fala carregada de xenofobia”, escreveu outro.

Entenda o processo de Rachel Sheherazade contra o SBT que irritou Ratinho

O processo corre na 3ª Vara do Trabalho de Osasco, na Grande São Paulo e exige um valor em torno de R$ 20 milhões ao SBT, de acordo com o Notícias da TV.

Na ação, Rachel Sheherazade diz que era contratada como pessoa jurídica, mas tinha obrigações de um funcionário regular como horas extras e plantões. Além disso, como âncora do “SBT Brasil”, no qual ficou por 11 anos, ela recebia R$ 200 mil, além de R$ 30 mil em auxílio moradia.

Então, procurada pelo UOL, Rachel Sheherazade confirma o processo, mas diz que não tem um valor definido. “Como qualquer cidadã e qualquer trabalhadora, tenho direito de questionar na Justiça a minha relação de trabalho e pedir o reconhecimento de eventuais direitos. Não sou melhor nem pior do que ninguém”, comentou.

O advogado contratado por Rachel é André Froes de Aguilar. Ele revelou detalhes do processo ao site NaTelinha. “Ela pede na Justiça a comprovação de vínculo empregatício com o SBT durante o tempo em que trabalhou na emissora (quase 11 anos) e o pagamento de direitos trabalhistas. Iremos aguardar a regular tramitação da ação. (É a) famosa fraude trabalhista – pejotização!”, explicou o profissional.

Leia mais > Bolsonaro perde paciência e xinga repórter ao vivo: “Deixa de ser idiota”

André Froes é o mesmo advogado que defendeu o jornalista Hermano Henning após a saída do SBT. Ele entrou com a mesma causa de Rachel Sheherazade, comprovação de vínculo empregatício. Ademais, o jornalista foi demitido após 23 anos e, segundo o advogado, recebeu apenas seu salário enquanto trabalhava.

“A única coisa que o Hermano recebeu nesses últimos 23 anos foi seu salário. Estamos pedindo o reconhecimento do vínculo deste período todo, como férias, 13º, FGTS, equiparação salarial com empregados da mesma função que ganhavam mais na empresa e o período que ele ficou na geladeira”, afirmou o advogado, na época. Nos bastidores, se fala num valor de 20 milhões de reais pedido por Hermano Henning.

Por fim, vale lembrar que Rachel Sheherazade deixou o SBT no fim de setembro de 2020. Segundo ela, seu vínculo se encerraria em 31 de outubro, mas o canal de Silvio Santos antecipou sua saída do “SBT Brasil”.

Claudio Augusto

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Veja também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo