Danilo Gentili saiu da Band, mas as consequências de suas piadas no extinto “Agora é Tarde” ainda perduram. A prova disso é a decisão do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), que manteve indenização por danos morais a ser paga para a técnica de enfermagem Michele Maximino, chamada de “vaca” pelo humorista.

Tanto ele quanto Marcelo Mansfield e a TV Bandeirantes terão que pagar R$ 80 mil para Michele. O valor, que era de R$ 200 mil, foi reduzido na última quarta-feira (12). Além de tê-la chamado desta forma, o apresentador fez a comparação: “Em termos de doação de leite, ela está quase alcançando o Kid Bengala”, afirmou. Michele já doou cerca de 400 litros de leite materno.

A briga na Justiça vem desde 2013, quando o processo foi aberto. Na época, o valor pedido por Michele foi de R$ 1 milhão, além de solicitar a remoção dos vídeos com as ofensas, sob pena de a emissora pagar multa de R$ 5 mil diários. No ano passado, a juíza Regina Célia de Albuquerque Maranhão, da Segunda Vara Cível da Comarca de Olinda, determinou que os acusados pagassem R$ 200 mil.

Para ela, os comentários na atração causaram à autora “lesão grave tendo sua imagem sido utilizada de forma humilhante e degradante, causando consequências devastadoras para a autora e sua família”.