Connect with us

Famosos

Morre Parrerito, do Trio Parada Dura, aos 67 anos, vítima da Covid-19

Claudio Augusto

Publicado há

em

Parrerito

Parrerito, integrante do Trio Parada Dura, morreu neste domingo (13) vítima da Covid-19. O cantor, que era diabético, faleceu por volta das 22h, em Belo Horizonte, Minas Gerais. “É com muita tristeza e o coração apertado que informamos o falecimento do cantor Eduardo Borges, conhecido como Parrerito, neste domingo, 13 de setembro, em Belo Horizonte (MG). Voz principal do Trio Parada Dura, Parrerito morreu por volta das 22h após complicações causadas pela Covid-19”, disse comunicado da assessoria da banda.

Ademais, Parrerito estava internado desde o dia 29 de agosto e seguida em estado grave, mas estável. Vale lembrar que ele foi entubado no dia primeiro de setembro. “Familiares e a equipe Trio Parada Dura agradecem todas as correntes de orações e fé formadas durante a luta de Parrerito pela vida. Elas mostraram o quanto ele era tão querido e estimado por todos. E é desta forma que vamos sempre lembrar dele”, continuou a nota.

Por fim, a nota ressaltou a importância do cantor: “Igual a andorinha, Parrerito parte voando e deixa um Brasil inteiro já com saudade de sua voz que por quase quatro décadas marcou gerações no Trio Parada Dura. Ficará para sempre em nossos corações e na memória da música sertaneja. Parrerito deixa mulher, filhas e netas que eram sua grande paixão. Vai com Deus, Parrerito! Sentiremos muito sua falta”, encerrou o comunicado.

Carreira de Parrerito

O Trio Parada Dura foi criado na década de 1970 e coleciona grandes sucessos no mundo sertanejo. Ademais, em 1985 eles alcançaram o topo das paradas de sucesso. Todavia, eles colecionam 11 discos de ouro e três de plantina. Contudo, Parrerito entrou na banda em 1982, ocupando o lugar do irmão Barrerito, que sofreu um acidente e ficou paraplégico. Vale lembrar que, dentre os sucessos do grupos estão as músicas Último Adeus, Telefone Mudo, Fuscão Preto, dentre outras.

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

⚡EM ALTA