Connect with us

Notícias

Major Olímpio chama Bolsonaro de traidor em conversa de WhatsApp, diz jornalista

Luiz Rodrigues

Publicado há

em

O senador Major Olímpio (PSL/SP) chamou o presidente Jair Bolsonaro de traidor. Segundo a jornalista Mônica Bergamo, a fala do parlamentar aconteceu em um áudio de WhatsApp enviado para policiais que acusaram o major de mudar seu posicionamento.

De acordo com Bergamo, no áudio, Olímpio afirmou que Bolsonaro brigou com ele “porque não queria que eu assinasse a CPI da Lava Toga do STF para proteger filho bandido”. Major Olímpio também disse que não vai disputar reeleição a nenhum cargo político depois de terminar o atual mandato no Senado.

“Eu não gosto de ladrão. Para mim ladrão de esquerda é ladrão. De direita, é ladrão. Se for filho do presidente ladrão roubando junto com o presidente, eu vou dizer”, declarou Major.

+Prefeito de Manaus, Arthur Virgílio detona Jair Bolsonaro: “Ele é burro demais”

Sobre ter se desvencilhado do presidente, o senador afirmou que “não me desviei absolutamente nada dos meus princípios, das minhas convicções ou de tudo o que junto com Jair Bolsonaro nos propusemos na campanha. Quem está se desviando dos princípios é o Jair Bolsonaro”.

Uma das questões apontadas pelo Senador é as negociações de cargos no governo com o chamado centrão. “Essa negociação com centrão por cargo. Essa safadeza que nós estamos tanto lutando contra. […] Eu estou tão enojado com a política, do que eu vi, do que eu senti, do que não estou concordando, que eu não quero mais disputar eleição para nada. Vejo lamentavelmente alguns policiais dizendo: o major é traíra. Não, o major não é traíra com nada. Quem está traindo, tropeçando nas palavras, é o próprio Bolsonaro”, afirmou Olímpio.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Publicidade

⚡EM ALTA