Connect with us

Famosos

Julio Cocielo pode ser preso após virar réu em casos de racismo

Lucas Guedes

Publicado há

em

Julio Cocielo foi denunciado pelo Ministério Público por publicações racistas nas redes sociais. O caso foi aceito pela juiza Cecilia Pinheiro da Fonseca, da 3ª Vara Criminal de São Paulo, que pode condenar o humorista de dois a cinco anos de prisão.

A denúncia foi realizada com base em várias publicações de Cocielo no Twitter. Em novembro de 2010 ele publicou: “Porque o Kinder ovo é preto por fora e branco por dentro? Porque se ele fosse preto por dentro o brinquedinho seria roubado”. Três anos depois ele voltou a ser polêmico: “Nada contra os negros, tirando a melanina…” e ainda continuou: “O Brasil seria mais lindo se não houvesse frescura com piadas racistas. Mas já que é proibido, a única solução é exterminar os negros”.

Após ser muito criticado por suas piadas racistas, Julio Cocielo parou de fazer esse tipo de brincadeira. No entanto, na Copa do Mundo de 2018 ele voltou a fazer brincadeiras usando a cor da pele. “Mbappé conseguiria fazer um arrastão top na praia, hein”, escreveu citando um jogador francês negro.

+Mega Senha 22/08/2020 – Júlio Cocielo e Duda Rodrigues

Advogado diz que Julio Cocielo não cometeu racismo

Mauricio Bunazar, advogado de Julio Cocielo, defende o humorista dizendo que ele não cometeu racismo em fazer piadas. “Contar uma piada sobre negros não transforma um humorista em uma pessoa racista ou propagador do ódio contra negros, da mesma forma que contar uma piada sobre judeus não transforma um humorista em uma pessoa antissemita”, disse.

Jornalista formado em 2019, atuando no Todo Canal para transmitir informação e entretenimento.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

⚡EM ALTA