Connect with us

Notícias

Governador do Maranhão anuncia reabertura de serviços e é criticado na web

Luiz Rodrigues

Publicado há

em

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), foi duramente criticado nas redes sociais, nesta sexta-feira (29), após anunciar a reabertura de serviços não essenciais no estado. Dino também projetou a data de volta às aulas para o mês que vem.

+Idosa vence o coronavírus aos 103 anos e comemora cura com uma cerveja

Numa coletiva via internet pela manhã, o governador disse que a reabertura dos setores não essenciais será gradual, a partir desta segunda-feira (1). Flávio também esclareceu que cada setor vai ter um protocolo específico para funcionamento, com datas diferentes. Academias, práticas esportivas profissionais e shoppings seguem vetados, segundo o governador.

Já em relação às instituições de ensino, a previsão é de que as atividades retornem, primeiro, para os estudantes de graduação e pós-graduação, a partir de 15 de junho. Depois, serão liberada a volta às aulas para o ensino médio, posteriormente, para o fundamental, até chegar na educação infantil.

Internet criticou planos do governador do Maranhão de reabertura dos serviços

As críticas na internet se devem a situação que o estado do Maranhão enfrenta em relação a pandemia de Covid-19. Até a noite de quinta (28), 30.482 pessoas já haviam sido contaminadas pela doença e 911 morreram, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Enquanto alguns usuários disseram que esperavam diferente de Dino “por ser de esquerda”, outros relativizaram e culparam a falta de engajamento da população no combate ao novo coronavírus.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Publicidade

⚡EM ALTA