Connect with us

Televisão

Globo denuncia os “guardiões do Crivella”, funcionários públicos que atrapalham o trabalho da imprensa

Claudio Augusto

Publicado há

em

Globo

A Globo revelou na noite desta segunda (31) o esquema dos “guardiões do Crivella”. Funcionários públicos da prefeitura do Rio de Janeiro pagos para impedir o trabalho da imprensa em frente a hospitais. A denúncia foi ao ar no “RJ2” e no “Jornal Nacional”.

Ademais, a tática consiste em mandar pessoas para frente dos hospitais municipais para que elas fiquem de plantão. Ao mínimo movimento de algum órgão da imprensa, especialmente a Globo, os contratados aparecem gritando palavras hostis e xingamentos, como “Globolixo”. Até mesmo denúncias do público em geral são interrompidas. Tudo para que as pessoas não falem mal do trabalho da prefeitura.

Leia mais: RedeTV! estreia o programa Renda Extra nesta segunda (31)

A reportagem investigou e revelou o esquema montando, que tem até mesmo grupos de Whatsapp para coordenar as ações. Contudo, em um desses grupos, está presente um número de telefone em nome do prefeito Marcelo Crivella. Porém, os salários dos envolvidos, pagos pela população, impressionam. Isso porque, um dos funcionários recebe salário de mais de 10 mil reais por mês.

“O prefeito, ele acompanha no grupo os relatórios e tem vezes que ele escreve lá: ‘Parabéns! Isso aí!’”, revelou um dos participantes para a Globo. Por fim, a emissora confirmou que Crivella já utilizou o número.

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

⚡EM ALTA