Connect with us

Televisão

Fantástico 24/05/2020: Entrevista com Sérgio Moro, caso João Pedro e mais

Claudio Augusto

Publicado há

em

O “Fantástico” deste domingo (24/05) apresenta uma entrevista exclusiva com Sérgio Moro, ex-ministro da Justiça e Segurança Pública do governo Jair Bolsonaro. Um mês após sua saída, Moro afirma que faltou apoio de Bolsonaro no combate à corrupção. Além disso, ele criticou a aproximação do presidente com o Centrão. E, por fim, disse que se manteve fiel a seus princípios.

Tem ainda novas informações sobre a operação da polícia que matou em São Gonçalo o adolescente João Pedro, de 14 anos. Já uma reportagem mostra jovens que estão aproveitando as ruas vazias para promover rachas.

Imagens de satélite mostram o avanço dos crimes ambientais no Brasil. Um relatório inédito mostra o antes e depois de áreas desmatadas pelo país. Mais de 99% dos desmatamentos são ilegais. Ademais, o programa discute o risco de prescrever medicamentos sem eficácia científica comprovada no tratamento da Covid-19.

+Zezé di Camargo apoia Bolsonaro após vídeo: “Votei e votaria de novo”

O “Fantástico” ainda discute a falta que os abraços estão fazendo durante a quarentena do coronavírus. O repórter Marcos Uchôa mostra que a ciência explica os efeitos em nosso organismo da falta de contato físico. Isso se chama “fome de pele”, que é a necessidade abraçar e tocar os outros de forma afetuosa.

Tem ainda mais ima edição do  “Quem Vive Ali?”, que vai mostrar os moradores de Velho Airão, uma cidade-fantasma que fica no meio da Amazônia, às margens do Rio Negro.“Esse episódio revela uma parte importante da história do Brasil durante o ciclo da borracha, e mostra como os brasileiros têm tratado a sua própria história. Impressiona o fato de as ruínas serem cuidadas por estrangeiros e não por brasileiros. Encontramos um grupo de belgas visitando”, revela o repórter Murilo Salviano.

Estas e outras informações você acompanha no “Fantástico”, que começa logo após o “Domingão do Faustão”, na Globo. O programa continua mais cedo, a partir das 20h00, hora de Brasília.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

Publicidade

⚡EM ALTA