Connect with us

Famosos

Eduardo Costa causa revolta ao afirmar de Brumadinho tem ‘cheiro de corpo e morte’

Claudio Augusto

Publicado há

em

O cantor Eduardo Costa é protagonista de mais uma afirmação polêmica. Em um vídeo publicado em suas redes sociais, ele afirmou que a cidade de Brumadinho, em Minas Gerais, tem “cheiro de corpo e de morte”.

Ademais, a fala aconteceu ao Eduardo durante uma live em seu Instagram. Ele revelou que pretendia fazer uma live com show na cidade, só que seria difícil escolher o lugar por estar devastado e cheirar a morte: “Não está 100% definido. Estamos procurando um lugar. Como a cidade foi devastada, é difícil um lugar em Brumadinho para se fazer qualquer tipo de evento. A cidade está totalmente devastada. Aquele lugar cheira corpo, morte. Só quem passa lá que vê”, afirmou o intérprete.

A fala causou revolta na internet e, principalmente nos moradores da cidade mineira que foi vítima em 2019 do estouro de uma barragem de minérios que matou mais de 250 pessoas. A prefeitura da cidade publicou nota de repúdio referente a essa declaração.

+Eduardo Bolsonaro rebate Lula e é detonado por Danilo Gentili: “playboy mamateiro”

“Sobre o vídeo de Eduardo Costa acerca de sua live ser gravada em Brumadinho, a prefeitura lamenta e repudia a infeliz colocação que fez o cantor ao se referir ao nosso município. Eduardo Costa é um artista que sempre teve um carinho enorme por Brumadinho e esse carinho sempre foi recíproco por parte da população. Por isso, queremos crer que o cantor, talvez por falta de informação sobre a real situação do município, tenha cometido um equívoco que possa e precisa ser reparado. Nossa gente, apesar de todas as dificuldades enfrentadas, traz no peito um amor imensurável, uma coragem que só o brumadinhense parece ter e a garra de se reerguer moral e socialmente. E por sermos um povo acolhedor, queremos receber aqui aqueles que estejam dispostos a nos ajudar a reescrever a nossa história”, disse a nota. Confira o vídeo.

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

⚡EM ALTA