Connect with us

TV Paga

Carmen Lúcia critica postura de bolsonaristas no tratamento a jornalistas e convocação de protestos contra STF e Congresso

Luiz Rodrigues

Publicado há

em

A estreia do novo horário do programa GloboNews Miriam Leitão – agora às segundas, às 23h – contou com a presença de Carmen Lúcia, Ministra do Supremo Tribunal Federal (STF).

Durante meia-hora de programa, Carmen falou sobre a violência contra a mulher e não poupou críticas aos ataques que jornalistas mulheres têm sofrido nas redes sociais.

“É muito grave. Acho que é uma manifestação de um Brasil varonil – que só tinha varões – onde estávamos nós [as mulheres] nisso? Não estamos mais nesse Brasil”, declarou a Ministra.

Carmen Lúcia também relembrou o papel da imprensa na manutenção da democracia.

“Profissões, como a dos jornalistas, dão voz e vez à fala daqueles que, às vezes, não tem nem as informações para manifestar tudo aquilo que tem que ser posto para conhecimento e o exercício das liberdades. A imprensa cumpre este papel. Não há democracia sem imprensa livre. O que seríamos de nós sem uma imprensa livre?”, pontuou Carmen.

Sobre a convocação feita por bolsonaristas – incluindo o próprio presidente Jair Bolsonaro – para um ato contra o STF e o Congresso Nacional no domingo (15), Carmen Lúcia foi taxativa ao relembrar que os Três Poderes têm o dever de manter a harmonia entre si.

“Os agentes públicos que ocupam cargo nos órgãos de cúpula dos Poderes têm o dever constitucional de não contribuir para a desarmonia. Porque se a Constituição determina a harmonia, a desarmonia é descumprimento de Constituição. Simples assim. E o Direito, diante de um não cumprimento, tem mecanismos de resposta”, disse Carmen.

A entrevista completa está disponível no GloboNews Play.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

⚡EM ALTA