Connect with us

Notícias

Ana Hickmann desabafa sobre o câncer do marido: “Vai superar tudo isso”

Claudio Augusto

Publicado há

em

Ana Hickmann
Imagem: Reprodução/Instagram

Ana Hickmann se pronunciou nas redes sociais sobre o diagnóstico de câncer do marido, Alexandre Correa. A apresentadora expressou seu apoio ao amado e se declarou.

“Existem 3 coisas que eu tenho certeza nesta vida: 1- Você é o amor da minha vida. 2- Você vai superar tudo isso e 3- vamos comemorar bodas de ouro( até porque de prata comemoraremos em dois anos)”, escreveu Ana na legenda de uma foto ao lado do marido.

Câncer de Alexandre Correa, marido de Ana Hickmann

Alexandre Correa, marido da apresentadora Ana Hickmann, revelou que enfrenta um câncer no pescoço. A notícia foi dada por meio de um vídeo em seu Instagram. Nas imagens, ele explica como descobriu a doença e que segue en tratamento no hospital Albert Einstein, em São Paulo.

“Vou tentar ser breve e objetivo. Tomei a iniciativa de gravar esse vídeo após uns 24 dias do ocorrido, porque já me reconheceram na oncologia do hospital Albert Einstein algumas vezes, na qual eu tenho ido desde a semana passada todos os dias. Enfim, e por conta da aparência da gente, que começa a tomar ares de quem está em tratamento para câncer”, inicou Alexandre.

Em seguida, ele revelou que teve que passar por uma cirurgia para a retirada do tumor: “No dia 17 de outubro, fui submetido a uma cirurgia para tirar um linfonodo. O linfonodo, de fato, era um tumor em metástase. O tumor estava entre embaixo do maxilar e a base do crânio, bem grande, já em estado de metástase [quando há a presença de células cancerosas fora da região do câncer primário]. Ele foi retirado inteiro, com sucesso, e foi diagnosticado, então, câncer”.

Em seguida, Alexandre Correa disse estar bem e pediu orações para a sua recuperação: “Passo bem, graças a Deus, estou conseguindo cuidar da minha família, dentro do possível. Claro que a Ana, sendo Ana, assumiu grande parte das minhas obrigações, muito valente, muito aguerrida essa minha esposa. Mas, pelo menos, estou conseguindo resolver algumas coisas, me dividindo entre o hospital, a empresa e a função de ser pai. Estou otimista. Só nos dias de quimioterapia a gente fica muito avariado, mas o dia de amanhã já é melhor. Estou forte, vou vencer. Os que gostam de mim, torçam por mim. Os que não gostam, marreta, comemora”, encerrou.

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

⚡EM ALTA